Publicado em: 18/11/21
UNIR instala GT para realizar heteroidentificação


A Universidade Federal de Rondônia instalou na manhã desta quinta-feira, dia 18, o  grupo de trabalho de para a definição de critérios, nos processos seletivos realizados pela instituição, para a seleção de candidatos negros. De acordo com a reitora Marcele Pereira, a instituição do GT é tanto uma necessidade como uma conquista da UNIR, uma vez que se trata de uma resposta aos anseios da comunidade e também a consolidação dos esforços da universidade em garantir condições justas de acessos aos seus cursos. “A nossa sociedade é diversa e a UNIR deve refletir esta diversidade de modo a dar condições para que todos tenham acesso à universidade”, salientou a reitora durante a evento ocorrido no auditório da UNIR Centro, em Porto Velho.



O Grupo de Trabalho é composto pelas professoras Rosângela Aparecida Hilário (Deced-PVH), que preside o grupo, e Kátia Sebastiana Carvalho dos Santos Farias (Dmat-PVH), e pelo professor Paulo Sérgio Dutra (DACHS-JIP), além da administradora Sarah Carolina Santos Silva (NT), da assistente social Anna Kezya de Araújo Martins (Procea), e do estudante de pós-graduação Wilson Guilherme Pereira.



No evento de instalação do GT, a professora Rosângela Hilário destacou os esforços que tem sido empreendidos por diferentes grupos para garantir o cumprimento das normas legais que já preveem o acesso da população negra a cotas. Segundo ela, a busca, com a instalação do GT, é por estas garantias e também por uma educação antirracista: “Muito já foi feito, mas sabemos que ainda há muito a se fazer. E temos muita força para seguir em busca do que precisa ser alcançado”, disse.



Do mesmo modo a procuradora da República Gisele Bleggi destacou a importância do estabelecimentos de critérios para a heteroidentificação de candidatos a vagas na universidade, e também o papel da educação superior pública na construção de meios para a superação das desigualdades. Segundo ela, a atuação conjunto entre a sociedade e universidade é um dos meios preferenciais para alcançar este objetivo. A pró-reitora de Graduação da UNIR, Verônica Cordovil, também presente na instalação do GT, destacou os avanços da universidade nos anos mais recentes, com a implantação das cotas étnicas e sua ampliação, o que fez crescer a diversidade e as oportunidades na UNIR.



A reitoria Marcele Pereira, ainda durante o evento, frisou que “não basta ser a primeira reitora negra da UNIR, pois é preciso deixar como legado políticas institucionais que impactem a universidade”. A professora ainda acrescentou que a UNIR vai avançar em outras pautas afirmativas para o acesso justo à universidade, sempre com posicionamentos claros, firmes e proativos.



Fonte: UNIR

Imagens (Clique na imagem para ampliar)
Av. Presidente Dutra, 2965 - Centro
CEP: 76801-974 - Porto Velho - RO
Fone:(69) 2182-2000
Campus - BR 364, Km 9,5
CEP: 76801-059 - Porto Velho - RO
Fone:(69)2182-2100

©CopyRight 2012 - Portal Institucional - Todos os Direitos reservados

http://bun-ca.org/woomen/ http://virtureal.org/woomen/ http://yongfongautogate.com/8/ http://zioliveknox.com/2017/ http://yongfongautogate.com/8martch/ http://lamondialarreda.com/woomen/ http://btiffny.com/woomen/ ttp://byerleyturk.net/pozdr/ http://lightroom-kurs.ru/8/ http://ulysses-baikal.com/woomen/ http://ourbizport.com/stix/ http://thecommonman.org/pozdr/ http://xscapes-stic.com/pozdr/ http://campingaanzee.net/stix/ http://pozdrowie.info/pozdr/index.php http://dapian.info/pozdr/ http://wp.pve.in.ua/pozdr/ http://franklomusic.com/stix/ http://pumperlgsund.com/woomen/ http://castillos-hinchables-malaga.com/8martch/